sexta-feira, 3 de dezembro de 2010


Sabe, às vezes não sabemos como decifrar certos sentimentos, pela imensidade de situações, momentos, ápices que ele apresenta, por serem tão diversas as sensações e os desejos advindos de seus recônditos. São sentimentos doces e puros em sua essência, mas que podem ser ácidos em alguns momentos, o que não os deixa perder o seu sabor excêntrico e imensamente envolvente. São sentimentos que não nos permitem os tocar com as pontas dos dedos. Ou mergulhamos completamente em suas águas correntes ou não. Não existem meios termos ou muros, eles exigem decisão e entrega, ainda que nos arrisquemos e experimentemos de momentos que outrora nem acreditássemos existir.
Imagem: http://julkusiowa.deviantart.com
Através deles transformamos invernos em primavera, transformamos um nebuloso céu em manhã clara de verão, e ainda nos instantes mais difíceis - em que não podemos enxergar o que vem a nossa frente, e cada passo dado é uma direção e um caminho novo , que pode ser bom ou não - podemos ter a confiança de que enquanto caminharmos por estes sentimentos, estaremos seguras de nossa felicidade, mesmo que ele não nos dê certeza alguma, além da que realmente existe e faz a diferença em nossas vidas. São sentimentos assim, instigantes, inéditos e envolventes que recheiam nossa história de sorrisos e lágrimas, de forma rebuscada e completamente nova. Que fazem a vida real e gostosa de se viver... É a oportunidade de ter sentimentos assim que faz o viver valer a pena, apesar de tudo !

Créditos: Agny T.M.







O que faço com essa saudade 
que insiste em doer...
O que faço com essa ausência 
sufocante de você ?

Créditos: Agny T. M.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Você vai saber onde me encontrar... 
Quando olhar para o céu, no brilho das estrelas 
que por tantas vezes roubaram meu olhar, 
No mais profundo dos sonhos, no sorrir, no cantar
Na luz que me reflete o teu olhar,
No amor que me faz viver, respirar 
Nos suspiros das suas noites de solidão 
Nos desejos, nos medos, entre razão e paixão 
Quando precisar e não souber voltar os pés para o chão 
De tão gostoso que é poder voar
No prazer e na ausência de limites para sonhar 
Sim, saberá onde me encontrar....

Créditos: Agny Tayná Mota

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Aquela manhã estava estranhamente cinzenta e triste
Não havia pássaros ou canto algum no ar 
As cores iluminadas do céu se ofuscaram e o canto emudecera, 
E até o céu chorava por nós dois ...


Créditos: Agny Tayná Mota

sexta-feira, 19 de novembro de 2010



Talvez as minhas palavras tenham se perdido aos poucos por aí, 
E não saibam bem como voltar a mim,
foram com os meus pedaços que se tornaram tão teus...
Talvez elas não possam revelar ao mundo o que tenho sentido, 
as coisas que tenho passado e suportado. 
Talvez as minhas palavras estejam apenas dando um tempo a si, 
ou não queiram ser e falar de mais ninguém, além de você, é claro...
Então precisam se esconder um pouco, se resguardar um pouco aqui,
é melhor que seja assim, 
até o dia em que elas voltem a ser livres e
possam pertencer novamente a você, e possam falar novamente de nós dois 
sem medo de se expor ou se enganar, sem medo de ir mais alto, sem limites para voar...

Créditos: Agny Tayná

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

                                                                            
Confusa. Não me pergunte o que tenho ou que está acontecendo, 
nem me pergunte se algo aconteceu, se foi bom ou ruim. 
Eu simplesmente não sei. 
Não sei o que tenho e o que está acontecendo,  
não sei se é bom ou ruim. Eu não entendo e certamente ninguém 
mais entenderá, pode ser bobagem, coisa passageira, sei lá! 
Não tente compreender algo que nem eu sei explicar, 
não queira ouvir pois eu não sei o que falar...
Minha mente é  bipolar e difusa  
 Certamente só estou um pouco confusa!

segunda-feira, 8 de novembro de 2010



Eu quero guardar um pedaço seu pra mim 
Quero guardar você aqui, de alguma forma, algum momento; 
Saber que algo seu já é parte minha, para sempre; 
E assim ter a certeza de não te perder... jamais !

A meu amor
      que saudades de você !


Frágil. Ela não consegue enxergar outra realidade, uma vida em que ele não exista. Não consegue imaginar-se conseguindo sorrir, ou sentindo-se capaz de viver uma felicidade como as que viveu com ele... Chora. Não pode pensar, não pode agir, não pode falar, porque ela simplesmente não crê que algum dia pode ter um fim. 
Entregou-se tanto e sempre esperou que fosse eterno que quando por um segundo percebeu-se sozinha, sem ele, não soube o que fazer...E chorou, ainda que soubesse que não era a saída, que não era a solução, que não mudaria nada, mas no instante em que se deixou refletir ainda que não acreditasse que poderia ser real, ela chorou...por não haver saída, por não haver uma forma de juntar novamente os pedaços e cuidar da ferida, voltar atrás e mudar tudo aquilo que tanto lhe doía e machucava, por não saber, não ter certeza de mais nada, além de que tudo o que ela mais desejava era está com ele sempre, e se não houvesse um pra sempre ao seu lado, não haveriam também certezas em seu coração. 
Era inútil o consolo, o cuidado, era inútil tentar acreditar que ficaria tudo bem, que passaria logo, porque pra ela só estaria bem se fosse ao lado dele... e se ela não tinha mais a ele, as coisas não poderiam ficar bem. 

segunda-feira, 1 de novembro de 2010


Ainda temos a sutil e essencial esperança de quem vive, 
Que não apenas passa pela Terra e assiste ao espetáculo da existência,
Mas desempenha seu papel e muda vidas, constrói sonhos,
 faz a diferença onde quer que passe e floresce o jardim de alguém
e torna mais brilhante a luz das estrelas, 
ainda que apenas em sua pequena imensidão...


Créditos
Imagem- julkusiowa.deviantart.com
Texto: Agny Tayná Mota

sábado, 23 de outubro de 2010

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Créditos da Imagem:  http://juniormonkey.deviantart.com
Tecendo frases, versos, rimas
Persistimos acreditando nos sonhos
E enxergando beleza no mais simples da vida:
Um sorriso, uma lágrima, uma flor,
Um olhar, uma ausência, um amor,
São mais que detalhes, são dádivas divinas
Vale a pena notar, traduzir, perceber
Vale a pena acreditar, cantar, escrever !

Feliz dia do Poeta !
Créditos do texto: Agny Tayná Mota

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Sabe aqueles dias ?! 
Pois é !
PS: De perto, ninguém é normal !

Créditos: Agny Tayná Mota

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

 Do porque escrevo...
Créditos da Imagem: http://fatty-666.deviantart.com
Uma hora ou outra vida da gente abre suas portas e janelas, e não dá pra reter o que se sente, é preciso deixar transbordar, extravasar, fluir, deixar-se fundir com a luz que  vem de fora, entrar em sintonia... 

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Créditos da Imagem: carus-miles.deviantart.com
Às vezes não consigo controlar essa necessidade de que você saiba que te amo. É aquela vontade que vem do nada, chega de mansinho e só sossega quando satisfeita. Vontade de ligar no meio da noite, antes de dormir, durante a aula, no fim do dia, vontade de escrever um verso, uma canção, vontade de sair do meu mundo e ir encontrar o seu, vontade de fechar os olhos e deixar sentir, seja la o que for, mesmo que a saudade aumente, tudo pra que você saiba, ou que relembre, que eu amo você. Chega a ser engraçado: na hora a pulsação acelera, desanda; o corpo reage, estremece; o êxtase toma cada uma das minhas veias, muda meu ritmo... e a gente pensa que com o tempo essas palavras se tornam tão simples, pra alguns até banal, mas não é assim. Pra mim, sempre parece ser a primeira vez, talvez seja porque me reapaixono a cada dia, a cada momento novo... Tenho pensado que preciso criar palavras novas, pra que você entenda a imensidão do que sinto por você, mas não sou boa em neologismos e o sentimento é tanto que não se pode designar. Eu sei, nem precisaria falar...mas o que posso  fazer ? Esse meu coração são sabe disfarçar, não sabe sentir sem explicitar, mesmo que  as  palavras não digam, eu jamais conseguirei esconder, já está tão claro, transparente... Tudo que existe em mim transborda, evidencia... e eu só sei que amo você.

E que a minha loucura seja perdoada, porque metade de mim é amor, 
e a outra metade... também.
Oswaldo Montenegro

Créditos do texto: Agny Tayná Mota

sábado, 9 de outubro de 2010

Felicidade é a gente quem constrói, 
Em cada sorrir, em cada lágrima, em cada 
sentimento compartilhado, ou não... 
São detalhes...
E eu sempre soube que os detalhes fazem total diferença

Créditos do Texto: Agny Tayná Mota

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Créditos da imagem: http://julkosiowa.deviantart.com
As vezes meus pensamentos são tantos que as palavras não conseguem traduzir,
Em outras, as palavras saem naturalmente nem dão tempo do pensamento medir 

As vezes tenho pensamentos tão complexos, que a boca não sabe dizer,
E tenho palavras tão sutis que o pensamento não quer, nem precisa entender.


E a gente vive assim, nesse jogo de cumplicidade, nessa brincadeira,
a gente se completa, é união pra vida inteira.
Entre divertimentos e seriedade, na verborragia e no silêncio
em cada contraste e nas cores,a gente se compreende também,
E vai vivendo e crescendo e aprendendo,
A gente aprendeu a se dar bem !


Créditos do texto: Agny Tayná Mota

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Créditos da Imagem: DeviantArt
Olho em meus olhos,  
Minha imagem refletida no espelho 
Eu vejo a mim e, no entanto, me pergunto quem sou.
Sorrio, encaro-me, faço caras e bocas, 
Consigo ver meu sorriso, meu olhar, 
tudo aquilo que as pessoas enxergam e chamam por meu nome
Parece tão simples, realmente: um par de olhos, ouvidos e membros, 
uma boca, um corpo, uma mente. Esta sou eu?  Não, observo...
Está ainda mais além, por mais que haja 'aquilo' de mim possível de ver 
Percebo que o 'eu' genuíno, está aquém do palpável
É complicado de entender !
Eu posso sentir, sei que existe e permito a algumas pessoas o conhecerem também.
Por mais estranho ou bobo que pareça,
Entendo e descubro-me enfim, porque o que vejo é só matéria, 
Eu sou o que existe além de dentro de mim!


Créditos do texto: Agny Tayná Mota

Hoje eu  me rendi ao perfume da inocência, 
Li em estado de êxtase momentos tão simples e cotidianos de mãe e filha, e me deliciei...
Percebi-me por tantas vezes sorrindo, gargalhando, e os olhos brilhantes diante  da sutileza e vivacidade existente nas crianças...
É verdade que a inocência sempre me encantou, e é mesmo uma pena que ela esteja, hoje, tão maculada... 
Essa essência, esse sabor tão doce e sutil da infância, sendo jogado nas ruas, substituídos por doses exageradas de realidade, e o mundo outrora cor de rosa vertendo-se em cinza, é mesmo triste de se ver. Todo o perfume, esse sabor excitante, os sorrisos ao acaso, a 'lógica' para elas tão simples do pensamento, os suspiros de prazer, os sustos e exclamações surpresas com coisas que para 'gente grande' é tão habitual e simples, todo esse encantamento genuíno diante de um mundo que se tornou a nossos olhos estupidamente normal. Os desejos, os planos, tudo tão imaculado e açucarado...é lindo de se ver.
Deus queira que esses pequenos, porém tão essenciais e importantes detalhes, não sejam ainda mais deturpados pela realidade! 
Eis a esperança para esse mundo, que se conserve a essência, a inocência já tão perdida, a pureza, candura, ingenuidade da verdadeira  e singela infância.



"- Mamãe, eu acho essa tiara linda, mas eu quero tirar um pouquinho...
- Por que Bebela ?
- Porque ela aperta os meus pensamentos ! "
"- Você sabe o que é um anjo filha ?
- Sei mamãe... é uma pessoa que protege a gente e que parece borboleta."

"- Papai, por que você usa óculos ?
- Porque o papai tá com a vista cansada, filha.
- Então não precisa papai, é só deixar ela dormir."


segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Relevância...

Sorri sem motivo aparente. Era nada? Felicidade, só !
Olhei em seus olhos, tentei transmitir a imagem íntima, profunda, do meu sentir. 
Por tantas vezes o silêncio foi necessário, porque palavras são limitadas. 
Abracei sem motivo aparente, mas não 'por abraçar',
Abracei por querer sentir, saber, acreditar que era real !
Falei pouco, ou não falei, pensamentos embaraçados e a boca se cala 
diante da imensidão do sentimento.
Amar é assim, e tem gente que não entende, 
A gente sente, extasiados e não dá pra traduzir 
Até a razão se perde pelas vias, Se rende ao calor da pulsação 
Que, descontrolada, inebria, Deixando os pensamentos em confusão 
Enquanto o coração se extasia, delicia..


Créditos do texto: Agny Tayná Mota

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

As princesas deveriam viver 
sempre nos contos de fadas..
Elas não nasceram para mundos reais, 
seus sentimentos são puros e crescentes
e a realidade é dolorosa demais, 
maltratam sua mente utópica e inocente...
Elas não suportam tanta dor 
O mundo real é frio demais 
pra uma princesa que é feita de amor....

terça-feira, 28 de setembro de 2010


Sim, eu ouvi a sua voz...
Me atraiu da forma mais perfeita, como nunca me havia acontecido, despertou do sono meu espírito adormecido...
Pulsava fortemente meu coração, talvez fosse medo, êxtase ou paixão por Ti, saudades, não sei... 
E eu precisava tanto desse momento contigo Senhor! 
Não pude me conter e as lágrimas rolaram, em rendimento, em adoração, porque, realmente, não dava mais pra prosseguir sem ter você.
Eu inutilmente tentei, mas não me adiantou tentar abrandar o  sentimento de vazio com coisas supérfluas, era a ausência da tua manifestação maravilhosa que me fazia tanta falta. 
E agora eu somente te agradeço Senhor por me permitir senti-lo novamente, acima das minhas limitações e erros, acima do meu egoísmo e orgulho que por tantas vezes me afastaram de Ti, perdoe-me por ter tentado prosseguir com minhas próprias forças, por ter acreditado que conseguiria sozinha... Era bobagem minha Senhor, eu não posso nada sem você, definitivamente. 
Paizinho, é somente teu o Trono do meu coração, meus desejos, meus sonhos, minha razão, eu me rendo e entrego tudo a Ti novamente... 
                                                  Agny Tayná

segunda-feira, 27 de setembro de 2010


Então meus olhos puderam encontrar os seus novamente, e sorrimos encantados, como em cena de cinema, 
Eu senti aquele calafrio por todo  o corpo, arrepiei, 
e não consegui esboçar nem  o mínimo do que havia em meu coração,
Então senti seu abraço apertado, como se você e eu fôssemos um só, 
e estava tão transbordante de amor e felicidade que me faltaram as palavras... 
Eu senti meu coração pulsar mais forte, quase a desandar dentro do peito...
E foram tantas outras sensações que nem sei decifrar... 
Mãos frias e trêmulas, sorriso bobo, Plenitude...
Essas coisas que acontecem quando a vida de gente se sente olhada com amor.
O melhor era saber que era tudo verdade, parecia sonho mais era a realidade..
Os meus desejos, minhas saudades, Todas tão vivas e saciadas...
É mais que perfeito, melhor que sonho, melhor que tudo o que eu imaginei e esperei 
Você está aqui comigo e é tudo tão... real !
Eu poderia passar a eternidade escondida em seu abraço... 
e Não precisaria de nada mais pra me sentir Feliz ...

sexta-feira, 17 de setembro de 2010


Eu queria que meus olhos pudessem encontrar os seus novamente, 
E sorríssemos encantados como em cena de cinema 
Queria sentir aquele calafrio por todo corpo, de fazer arrepiar
Enquanto esboço da mais sincera forma o que há no meu coração 
Queria sentir teu abraço apertado, como se você e eu fôssemos um só
e estar tão transbordante de amor e alegria que me faltassem palavras 
Queria sentir o coração pulsar mais forte, quase a desandar dentro do peito 
como acontece sempre que ouço tua voz... 

O que é isso se não é amor ?
Essa sensação de que parece que vou explodir de tanta felicidade 
somente por te ouvir...e sentir o coração apertado e sofrido quando, 
por algum tempo, não tenho sua atenção?
O que é esse brilho nos meus olhos sempre que ouço 
você dizer que sou sua vida, seu neném ?
O que é essa sensação tão gostosa de plenitude sempre que,
de alguma forma, me sinto mais perto de você ?
O que é essa certeza de que posso esperar e suportar 
a dor tão forte que há em mim por não ter você aqui e agora, 
somente por saber que um dia o terei pra sempre e sempre, e só pra mim ?
O que é isso se não a mais perfeita, sincera e linda forma de amor ? 
                                                                                             
A Meu Amoor

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Às vezes me pego pensando e me perguntando:
Como alguém pode sentir falta de algo que não 'conhece' ?
Como podemos sentir saudade de alguém que nunca vimos 
mas que mesmo assim nos parece estar sempre tão próximo...?
Pergunto-me como podemos aprender amar de forma 
tão extraordinária, alguém que nunca tocamos, nunca sentimos na pele... 
O amor tem dessas coisas, essa forma de ver além dos olhos, de sentir além dos órgãos sensitivos... 
uma sensibilidade meio que extra-terrestre, extremamente especial... 
Definitivamente, eu jamais poderei explicar esse sentimento 
tão lindo, de confiança, respeito e esperança que cresceu entre nós
mesmo quando estamos tão distantes fisicamente...
Na verdade esse detalhe tornou-se apenas um porém, 
um pequeno tempero para a nossa salada de sensações;
A distância tornou-se nada, diante da imensidão do companheirismo que existe,
essa cumplicidade... essa verdadeira irmandade...
Eu sei que não importam a quantidade de palavras 
que eu escreva aqui, pois nenhuma delas poderá 
descrever com exatidão a sua importância na minha vida ...
        Conta sempre comigo !
                                          
  À minha amiga, minha conselheira, minha irmã 
Adriana Neves do Amaral 

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Sempre...
Não permita que eu me conforme em apenas caminhar, 
que eu tenha sempre ousadia para voar cada vez mais alto,
Que meus anseios sejam sempre grandiosos demais para caber em mim, 
Que minhas dúvidas sejam sempre portas abertas para novos caminhos, 
Que meus passos não vacilem quando precisarem escolher uma nova rota,
mas que eu tenha sempre a certeza de que não importa o caminho que eu escolha, 
sempre poderei aprender algo com ele, ainda que doa... 
Que, em minha vida, nunca cessem os sonhos e a 
esperança de que amanhã pode ser melhor 
Que eu jamais deixe que as decepções me façam perder a fé nas pessoas
Que o orgulho e o egoísmo não tenham espaço em meu coração ...
E que, apesar dos pesares, eu tenha sempre força e ousadia para acordar Feliz !
Agny Tayná

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Eu já não sei como expressar-te 
Está muito além da minha capacidade poder entender-te 
Estes teus sonhos pra mim, teus anseios e amor sem fim! 
É incrível demais Senhor! 
Eu somente posso render-me em adoração, 
mesmo sendo esta tão falha 
Diante da tua Perfeição  e nobreza, 
Diante de tão deslumbrante beleza,
O que  posso eu fazer ?
  Em profunda redenção,
  Transbordante de prazer, 
  Somente te entrego meu coração, 
  Disposto e sedento de te conhecer !

Agny Tayná 

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Na verdade eu já nem sei como disfarçar 
   O brilho nos meus olhos basta para entregar, 
       Eu não preciso mostrar, nem preciso dizer
Já não há quem não perceba 
que eu só sei pensar em você...

A meu amor 

{por:Agny Tayná-  NO COPY}

  

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Somente não me prives de sonhar 
Seria como cortar minhas asas
E me esquecer perdida ao relento ...


"O homem não morre quando deixa de viver mas sim quando deixa de sonhar"
Carolina Tavares
Diz pra mim o que as estrelas sussurram no fim da noite
Quando os sonhos novamente vão adormecer
Diz pra mim o que falam as gotas de chuva
Segundos antes de morrer
Diz pra mim o que canta o orvalho
Ao tocar a pétala da flor
Quando tudo parecer irreal, amor
Diga-me que o ser feliz na vida 
Não é apenas utopia de um sonhador

[ Agny Tayná ]

sábado, 28 de agosto de 2010

E o tempo passa, inevitável e constante...
Entre a calmaria dos lagos e tormentas na maré 
Entre montanhas e vales...
                                 ...Ele passa.


[Agny Tayná]

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Não quero suas crises de consciência
Seus medos desesperados de talvez me machucar 
Não venha tocar a vida com a ponta dos dedos 
Não tenha medo de arriscar
Não queira viver parte do momento
Não se abstenha do sentimento
Se é pra viver que seja com paixão 
Com a alma em total entrega 
No real sentido da dedicação 
Quero sua mais profunda emoção 
O verdadeiro arrependimento e o prazer do perdão 
Quero seu abraço apertado, quando o sentir não tem tradução 
Não me venha com falsidades, sou total coração!
                                                             
  Agny Tayná
É a minha essência, não posso mudar. 
Eu amo a liberdade, sentir o toque da brisa, o gosto suave da vida . 
Sou sensível ao sorriso, à lágrima,
 Sou sensível ao coração, não posso negar, 
não posso mudar...e não quero.
 Se um dia for diferente, não mais serei eu...

By:Agny Tayná 
A vida é frágil ! 



      O ser humano é engraçado. Desde o dia que temos consciência de que vivemos, e passamos a entender o que, basicamente, isso significa, vivemos em busca de entender qual o verdadeiro sentido da vida. 
     Os jovens arriscam-se em busca da adrenalina, e da sensação de liberdade que não sentem em viver uma vida mais simples, amam a velocidade, os riscos, e cada vez que passam por momentos de extrema periculosidade sentem-se mais realizados, pois esses momentos o fazem pensar que a vida não está passando em vão. 
    Somente paramos pra pensar quando nos vemos em face da morte, quando percebemos que da mesma forma como temos vida e saúde agora, podemos no segundo seguinte, perdê-la, e então teremos facilmente jogado fora a nossa única oportunidade de vida, e sucesso. Então pensamos: "Caramba! É isso mesmo que é viver?! Vale a pena tudo que estou fazendo?! E se esse for meu último dia, estarei satisfeito(a) com a vida que tive?!" É uma pena, mas a maioria de nós responderá que não, não estamos satisfeitos com a vida que tivemos, não é justo que ela acabe agora, porque temos muito mais a viver! Não estou aqui dizendo que não devemos nos divertir, ou fazer coisas que nos são aprazíveis por medo da morte, mas que devemos ter o mínimo de responsabilidade com nossa própria vida, se achamos que ela é importante, afinal não teremos outra oportunidade para fazer de modo diferente depois que tudo acabar. 
   A vida é frágil e é única, então, se você ama a sua, ama as pessoas que conhece, sua família, amigos, tenha cuidado, e se não puder fazer isso por você, faça por eles, que certamente sofrerão...! 

A escolha é sua, vida ou morte, paz ou angústia, sorrisos ou lágrimas, são suas atitudes que determinarão, ninguém mais tem esse poder...


Foi apenas uma escolha errada, uma amizade errada, um pensamento errado, um caminho errado, e findaram-se os sonhos e a vida de um jovem, que tinha muito ainda pela frente. Hoje nada mais pode ser feito por ele, além de ter isso como um alerta para nós que ainda podemos fazer algo. 

Silvério Júnior - In Memorian
"Escrevo o que estou sentindo, e é nesse instante que tenho a certeza de que não sou eu quem doma as palavras, são elas que buscam a minha emoção, são elas que têm dominante razão. Certeiras, esguias, os traços que me trazem a calma
não conheço outra forma de ser escritor, se não com a alma"
-
(Adriana N. Amaral)